FEIJÓ (ACRE) - ASPECTOS GEOGRÁFICOS, HISTÓRICOS E SOCIAIS DE FIJÓ

Feijó é um município brasileiro localizado na região central do estado do Acre. Sua população é de 32.622 habitantes, sendo o quinto município mais populoso do estado e sua área é de 24.202 km², sendo a segundo maior do estado e um dos maiores do país.

História
O município de Feijó tinha suas terras habitadas pelas tribos Jaminawás, kaxinauwás e Chacauwás. Com a chegada dos nordestinos à foz do rio Envira, em 1879, começou-se a desbravação da região, subindo os rios e igarapés, desmarcando os ‘seus’ lotes e terras e até ‘seringais’. No entanto, ocorreram vários conflitos na selva, entre os nordestinos e índios por conta da desocupação dessas áreas de terras, que pouco tempo depois transformaram-se em seringais. É neste contexto que surge à margem esquerda do rio Envira, o Seringal Porto Alegre que mais tarde deu origem ao município de Feijó.

Após alguns anos o seringal tornou-se um vilarejo, e aos 13 de maio de 1906, foi elevado a categoria de vila sob a denominação de Feijó, em homenagem ao Pe. Diogo Feijó, nome que se conserva até hoje. A instalação do município deu-se sob o decreto 968 de 21 de dezembro de 1938, sendo o governador do território do acre, o Sr. Dr. Epaminondas Martins e o Prefeito municipal o Sr. Raimundo Augusto de Araújo o primeiro prefeito feijoense.

Geografia
Fundação: 3 de maio de 1903 
Gentílico: feijoense
Unidade federativa: Acre
Mesorregião: Vale do Juruá
Microrregião: Tarauacá
Municípios limítrofes: Tarauacá, Jordão, Santa Rosa do Purus e Manoel Urbano. Ao norte com o Amazonas e ao sul com o Peru.
Distância até a capital: 344 km

Características geográficas
Área: 24.202,027 km²
População: 32.311 hab. IBGE/2011
Densidade: 1,34 hab./km²
Altitude: 153 m
Clima: equatorial
Fuso horário: UTC−4

Limita ao norte com o Amazonas, ao sul com o Peru, a leste com os municípios de Santa Rosa do Purus e Manoel Urbano e a oeste com os municípios de Tarauacá e Jordão.

A cidade está localizada na margem direita do Rio Envira, que é principal meio de escoamento de produção dos ribeirinhos, 5.640 ribeirinhos somente no rio Envira, que vivem em pequenas comunidades nas margens do rio, geralmente localizados bem longe do centro urbano. Como a maior parte dos rios amazônicos, o nível das águas é sazonal.

População
Segundo dados da estimativa para 2012, possuía 32.692 habitantes, na proporção de 50,26% urbana e 49,74% rural. Da população rural, 11.225 habitantes vivem nas margens dos rios que cortam o seu território, os chamados ribeirinhos. Possuindo uma densidade demográfica de 1,33 hab/km² em 2011.

Economia
Feijó é mais um município acreano que tem na administração pública a base da sua economia, o setor industrial se resume a pequenas industrias de móveis, cerâmicas e artefatos de cimento, e a agropecuária vem tornando-se parte significativa dessa composição, com o cultivo de bovino nas margens das rodovias. A esperança que com a reabertura total da BR-364, ligando a a capital Rio Branco a cidade de Cruzeiro do Sul, as perspectivas melhorem, com a diminuição do custo de vida e melhora dos serviços públicos.

Cultura
O município de Feijó tem sua cultura muito variada. Variação essa que repercute com as varias culturas que se introduziram na época de sua ocupação. A cultura dos Nordestinos é a mais notável por serem eles os principais povoadores do acre. Os feijoenses, como na maioria das cidades brasileiras, tem uma cultura diversificada, tendo assim muitos poucos traços culturais próprios. A época em que acontece as maiores festividades são: em fevereiro com a realização do carnaval; junho, com a realização das festa juninas e em agosto, com o festival do "Açaí", que é a maior atração cultural que ocorre todos os anos desde 2000, no mês de agosto.

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário